Home    Info    Ask
About: 
«Sim, ser vadio e pedinte, como eu sou,
é ser isolado na alma, e isso é que é ser vadio,
é ter de pedir aos dias que passem, e nos deixem, e isso é que é ser pedinte.»

Álvaro de Campos

Música      Facebook     

Intervalo doloroso

Mesmo eu, o que sonha tanto, tenho intervalos em que o sonho me foge. Então as coisas aparecem-me nítidas. Esvai-se a névoa de que me cerco. E todas as arestas visíveis ferem a carne da minha alma. Todas as durezas olhadas me magoam o conhecê-las durezas. Todos os pesos visíveis de objectos me pesam pela alma dentro.

A minha vida é como se me batessem com ela.


Bernardo Soares, Livro do desassossego

nouvellem:

Gustav Klimt - The Kiss
Date: 1907-1908, oil on canvas, 180 × 180 cm, Austrian Gallery Belvedere.
Gustav Klimt (July 14, 1862 – February 6, 1918) was an Austrian symbolist painter and one of the most prominent members of the Vienna Secession movement.

nouvellem:

Gustav Klimt - The Kiss

Date: 1907-1908, oil on canvas, 180 × 180 cm, Austrian Gallery Belvedere.

Gustav Klimt (July 14, 1862 – February 6, 1918) was an Austrian symbolist painter and one of the most prominent members of the Vienna Secession movement.

Viena - diz. - Sabes isso era para mim sempre um diapasão no mundo. Pronunciar esta palavra - Viena -, era como fazer soar um diapasão e depois observar a outra pessoa, com quem estava a falar, para ver o que ela ouvia desse som. Porque Viena não era apenas uma cidade, mas uma voz que uma pessoa ouve no fundo da sua alma para sempre ou nunca. A minha pátria - responde - deixou de existir, desintegrou-se. A minha pátria era a Polónia e Viena, esta casa e o quartel na cidade, Galícia e Chopin. A minha pátria era um sentimento. Esse sentimento foi ofendido. Nesse caso, uma pessoa vai-se embora. Para os trópicos, ou para mais longe.
 Mais longe, onde? - pergunta o general friamente.
 No tempo.”

Sándor Márai, As velas ardem até ao fim

Gregory Alan Isakov - If I go I’m going

"Olhei para o revólver como se me recordasse de um crime que cometera, com um sorriso indomável, igual ao sorriso que aflora aos lábios de pessoas diante de grandes catástrofes, ao sorriso no rosto de certas mulheres que estão a dizer que lamentam o mal que fizeram. É o sorriso da natureza que defende calma e orgulhosamente o seu direito de matar, sorriso jamais visto em feras, mas que o homem revela sempre que o animal se reapossa do seu ser e reafirma a sua presença."

Anaïs Nin, Debaixo de uma redoma

Muito cedo na minha vida foi tarde demais.


Marguerite Duras

(via preciousandfregilethings)

Depoimento

De seguro,
Posso apenas dizer que havia um muro
E que foi contra ele que arremeti
A vida inteira.


Miguel Torga

Listen to: We can’t find the light by The Wooden Wolf

Anónimo asked: How do you get over lost love?

sometimes you don’t. sometimes you realize you have to let some things go in order to be happy at a certain time in your life.

whichever the case, it does get easier. i can assure you dear, you’ll be alright.

Como suportar o tédio da vida?

ideias-jorram:

Retablos Contemporaneos
Inigo Aragon

ideias-jorram:

Retablos Contemporaneos

Inigo Aragon

(Fonte: hifas, via lmetaphase)

"Sometimes I think I have felt everything I’m ever going to feel. And from here on out, I’m not gonna feel anything new. Just lesser versions of what I’ve already felt."

Her (2013) 

"Poetas e mendigos, músicos e profetas, guerreiros e canalhas, todos nós criaturas desta indomável realidade, temos pedido muito pouco da imaginação, porque o nosso problema crucial tem sido a falta de meios para tornar as nossas vidas mais admissíveis. Este, meus amigos, é o cerne da nossa solidão."


Gabriel Garcia Márquez (1928-2014)